Laudos Técnicos

  • Realizamos Laudos Técnicos Específicos:
  • Laudo das Instalações Elétricas (NR-10)
  • Laudo de SPDA  (NBR 5419)
  • Laudo de Insalubridade (NR-15)
  • Laudo de Periculosidade (NR-16)
  • Laudo Técnico de Máquinas (NR12)
  • Laudos Técnicos, Perícias e Assistência Jurídica

 

A Delfos Engenharia disponibiliza à sua empresa serviços de elaboração e emissão de laudos técnicos específicos, tais como:

NR10 Laudo de Instalações Elétricas (NR-10)

O Laudo das Instalações Elétricas (LIE) é um parecer do profissional perito ou auditor competente com a conclusão da perícia, onde são informadas, de forma sucinta e clara, as análises conclusivas referentes às instalações ou construções executadas ou existentes, das prestadoras de serviços técnicos, se atendem ou não às normas e legislações vigentes.

O LIE é um documento que não inclui o diagrama unifilar das instalações elétricas, o qual é cabível ao Relatório das Instalações Elétricas.

Levantamento e Responsabilidade – Engenheiro eletricista e Segurança do trabalho.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora nº 10.

Laudo de SPDA – Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (NBR 5419)

O objetivo do Laudo de SPDA é fornecer informações referentes as atuais condições da instalação do  Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas (Pára-Raios), para efeito de atendimento as prescrições da NBR 5419/2015 da ABNT.

O Laudo de SPDA  deve ter como base o fato de que um sistema de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA) é projetado para proteger uma estrutura interceptando os raios e encaminhando suas correntes (extremamente altas) para a terra.
O Laudo deve ser elaborado visando a segurança das instalações e o risco de incêndio que raios representam para estruturas.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora e NBR 5419.

Laudo Técnico de Insalubridade (NR-15)

O Laudo de Insalubridade é o documento técnico-legal que estabelece se os empregados da empresa têm ou não direito ao recebimento do adicional de insalubridade (10%, 20% ou 40% do salário-mínimo), em virtude da exposição a agentes físicos, químicos e/ou biológicos, considerando os limites de tolerâncias estabelecidos pelas legislações e as proteções fornecidas pela empresa.

A Delfos elabora e disponibiliza para a empresa um documento contendo as conclusões em relação à exposição dos trabalhadores aos agentes nocivos (causadores de insalubridade), bem como alternativas técnicas para evitar o pagamento dos adicionais de insalubridade, quando for o caso.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora nº 15.

NR 16 Laudo Técnico de Periculosidade (NR-16)

O Laudo de Periculosidade é o documento técnico-legal que estabelece se os empregados da empresa têm ou não direito ao recebimento do adicional de periculosidade (30% do salário-base do emprego), em virtude da exposição a explosivos, inflamáveis, eletricidade e radiação ionizante, considerando as legislações específicas e as proteções fornecidas pela empresa.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora nº 16.

nr12 Laudo Técnico de Máquinas e Equipamentos (NR-12)

A NR 12 estabelece os requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho em máquinas e equipamentos de todos os tipos, nas fases que vão do projeto ao sucateamento. Trata ainda das fases de fabricação, importação, comercialização, exposição e cessão a qualquer título e em todas as atividades econômicas, sem prejuízo da observância do disposto nas demais NR.

A Delfos realiza uma análise do equipamento e emite um parecer técnico, apontando as adequações necessárias ao equipamento. Após verificação destas adequações a Delfos emite um laudo de segurança, documento este que certifica a empresa de que a máquina possui as adequações necessárias a NR12.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora nº 12.

nR 17 Laudo Ergonômico (NR-17)

O Laudo Ergonômico tem a finalidade de estabelecer parâmetros afim de evitar doenças ocupacionais e afastamentos.

Para se fazer o Laudo Ergonômico é necessário agendar visita técnica no local de trabalho para avaliação do ambiente de trabalho e seguir basicamente os procedimentos abaixo:

  • Estudo detalhado dos processos utilizados no desenvolvimento das atividades;
  • Avaliação do mobiliário e equipamentos;
  • Análises das condições ambientais dos locais de trabalho;
  • Implantação de medidas de controle;
  • Avaliações qualitativa e quantitativa dos riscos;
  • Recomendações técnicas para melhoria das condições de trabalho.

O Laudo Ergonômico é obrigatório a todas às empresas que possuem empregados, cujas atividades ou operações os expõem a riscos, que por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem em esforços de levantamento, transporte e descarga individual de materiais, ou outros que exigem postura forçada e ainda, esforços repetitivos.

Fundamento Legal: Norma Regulamentadora nº 17. A Elaboração e emissão de laudos profissionais é realizada com recolhimento e emissão de Anotação de Responsabilidade Técnica – ART junto ao CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

Consulte-nos sobre o que podemos fazer para minimizar impactos dos passivos trabalhistas resultantes da não observação de regras básicas de segurança e saúde no trabalho.

 

Clique aqui e solicite seu orçamento.